Sorrir ajuda a crescer na carreira

AJUDE O PROJETO A LEVAR CONHECIMENTO PARA AS PESSOAS...COMPARTILHE NA SUA REDE SOCIAL PREFERIDA.

Humorista ligado ao mundo das empresas, o americano Scott Christopher, co-autor do livro The Levity Effect, acredita que não é necessário um profissional tomar aulas de stand up comedy para ter alto astral e disseminar o bom humor no ambiente de trabalho. Para o americano, qualquer pessoa pode, com vontade e dedicação, adotar um comportamento leve. E o primeiro passo é bem simples: sorrir mais

Os profissionais não se sentem pressionados sabendo que, além de todos os requisitos que o mercado exige, ainda precisam ser bem humorados para crescer na carreira?
A última coisa que queremos que aconteça é ver os profissionais se sentindo pressionados a serem quem não são. É fundamental permitir e tolerar que as pessoas se expressem da maneira como se sentirem mais confortáveis – seja sendo sério ou bem humorado. Na maioria dos casos, elas se sentem bastante aliviadas quando são estimuladas a levar o trabalho com mais leveza, até mesmo quando a pressão por resultados é grande.

No livro The Levity Effect, vocês dizem que o bom humor aumenta a criatividade, estimula a produtividade e reduz o turnover. Se é algo tão benéfico, por que muitos profissionais ainda não usam a leveza como ferramenta de trabalho?
É comum as pessoas associarem leveza a um ambiente caótico em que os empregados ficam gargalhando e tratam o trabalho com frivolidade. Quando a chefia pensa que o humor diminui a produtividade, toda a equipe se reprime e não dá nenhuma risadinha. Esse raciocínio é preconceituoso. A diversão não impede a produtividade, pelo contrário, estimula. Um ambiente mais alegre faz com que os profissionais tenham pensamentos criativos e resolvam os problemas com mais eficiência.

Qual é a maior prova de que ter uma atitude positiva no trabalho proporciona o crescimento profissional?
A Harvard Business Review publicou um estudo que aponta que os profissionais com senso de humor crescem mais rapidamente na empresa e são melhores remunerados do que os mal humorados. Isso é uma notícia muito estimulante. Nosso conselho é: tente!

O que eu, como profissional, devo fazer para melhorar o ambiente do meu trabalho? Por onde tenho que começar?
O primeiro passo é ter certeza de o bom humor é uma habilidade importante para o crescimento profissional. Quem quiser ter uma atitude mais leve deve parar de se levar tão a sério. Se você sempre for carrancudo as pessoas terão medo de se aproximar. Uma atitude legal e fácil de adotar é começar reuniões com uma conversa trivial, como perguntar sobre os planos para o final de semana ou conversar sobre o último hit do Youtube, por exemplo. Esses tópicos ajudam a melhorar o clima, a relaxar e a estimular as pessoas a participarem da conversa.

E o que um profissional mal humorado precisa fazer se quiser adotar uma postura mais positiva?
Sorrir mais, agradecer a alguém que fez um excelente trabalho, reconhecer na frente dos outros um subordinado ou um colega que concluiu um projeto excepcional. Gratidão e reconhecimento são componentes essenciais para compor o clima leve no trabalho.

O humor ajuda os líderes a se comunicarem melhor com sua equipe? Como?
Sim, porque torna a mensagem memorável e faz com que as pessoas prestem atenção no que você diz. Todos nós já nos aborrecemos tendo que ficar sentados assistindo a apresentações monótonas. Mas sempre lembramos daquela reunião divertidíssima. Um encontro que permita algumas risadas e brincadeiras estimula a atenção e faz com que as pessoas se sintam com vontade de contribuir.

É possível instaurar a leveza em empresas mais sérias, como as do setor bancário, por exemplo?
Claro! Uma empresa com a qual conversamos, do ramo de consultoria, queria contratar um novo vice presidente de recursos humanos. O requisito essencial para a vaga era ter bom humor. Coloque as pessoas certas em posições estratégicas de liderança e o resultado será um clima leve. Se um líder adota uma postura exemplar os outros vão segui-lo rapidamente.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Marcadores