Os desafios do mercado de trabalho atual

AJUDE O PROJETO A LEVAR CONHECIMENTO PARA AS PESSOAS...COMPARTILHE NA SUA REDE SOCIAL PREFERIDA.

Por Daniele B. Rodrigues




É impressionante as mudanças que vem ocorrendo no mercado de trabalho. A velocidade de que isso ocorre é muito rápida e exige que o profissional acompanhe. Novas tecnologias, novas interações acadêmicas e novas descobertas fazem com que altere as relações de trabalho, pois exige flexibilidade na forma de atuação e constante atualizações. Sem contar que tais situações geram novas profissões, novas demandas de trabalho. Em contrapartida, o oposto também acontece, pois as máquinas substituem a força de trabalho humana em muitas situações. Aí aumenta o desemprego e várias situações sociais.
Mas essa situação torna-se mais difícil de ser enfrentada devido a realidade do país da baixa qualificação profissional. Se as empresas já possuem dificuldades para contratar bons profissionais e precisam investir em programas de desenvolvimento, atrelado aos valores institucionais, muitas vezes não se investe no que está vigente no momento, pois precisam focar no básico para a execução das atividades laborais. E essa conduta atrapalha a percepção do profissional em acompanhar o que ocorre no mercado atual, projetando essa responsabilidade para a empresa.
Atualização profissional é uma necessidade de mão dupla: a empresa investir no colaborador que percebe o potencial para novas funções, da mesma forma que o próprio profissional que se preocupa em estar sempre antenado com o que ocorre na sua área de atuação e quer se manter competitivo no mercado de trabalho. É essa conduta que torna um diferencial e que as empresas se deslumbram num processo seletivo.
Ter foco, metas a serem atingidas e equilíbrio emocional para administrar as diferentes situações que surgem faz do profissional a mira das empresas.
 Mas como conseguir isso? A resposta é simples, mas o caminho a ser percorrido não é. Exige do profissional, acima de tudo, o autoconhecimento para saber aquilo que gosta e quer de verdade para a sua vida; se posicionar de forma adequada e aprender a dizer NÃO assertivo e cordial; se perceber no grupo que está inserido e quais os mecanismos de defesa que lhe manifestam (e de forma consciente avaliar a melhor forma de se posicionar); perceber como o grupo interage e buscar as melhores estratégias de atuação para a obtenção dos resultados.
Para perceber o outro é preciso se perceber primeiramente. E, na maioria das vezes, o processo ocorre no caminho oposto. As pessoas tendem a perceber muito mais o comportamento dos outros do que a si mesmo. Está aí o principal movimento que deve ser alterado. Para uma mudança de resultado, deve-se mudar o foco e as atitudes. Não é fácil, mas é extremamente prazeroso quando ocorre. Por isso as mudanças precisam ocorrer de dentro pra fora, e contar com a ajuda profissional nesse processo é mais fácil e eficaz. Um psicólogo, preferencialmente que atue com coaching de carreira, auxiliará de forma prática, direcionando-o para o caminho que deseja percorrer. Irá lhe auxiliar na percepção das autosabotagens e nas estratégias a serem tomadas.

Realmente não é fácil acompanhar todas as exigências profissionais. Isso exige, acima de tudo, muita determinação e coragem. Mas os fortes dizem que é extremamente recompensador. Pense nisso!


Daniele B. Rodrigues, Profissional com atuação na área de Gestão de Pessoas e Saúde, graduada em Psicologia pela PUCPR, Especialista em Executivo em Gestão Estratégica de Pessoas. Expertise em Avaliação Psicológica e Avaliação Grafológica. Formação em Auditor Interno da Qualidade, Seleção por Competência, Orientação Profissional/ Vocacional, Coaching, Mentoring e Holomentoring® do Sistema ISOR®, Terapia Floral em andamento.  Possui diversos cursos de qualificação na área de Desenvolvimento Humano e atuação com atividades estratégicas de RH. Experiência com processos de avaliação psicológica (para fins ocupacionais e clínicos). Leciona temas de Relações Humanas no Trabalho em cursos técnicos da área da saúde. Acompanhamento psicológico à pacientes e familiares hospitalizados, internados em unidade de terapia  intensiva, cuidados oncológicos, clínicos e cirúrgicos.
https://www.linkedin.com/in/daniele-rodrigues-225b5041/
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Marcadores