Mostrando postagens com marcador Quanto tempo permancer em uma mesma empresa?. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Quanto tempo permancer em uma mesma empresa?. Mostrar todas as postagens

Quanto tempo permancer em uma mesma empresa?


Há algumas décadas, a idéia de ficar por um longo período na mesma empresa – às vezes a vida profissional inteira – era vista comumente como um bom sinal. Imperava a idéia de que as empresas eram as responsáveis pela carreira dos profissionais.

Isto mudou. Agora todos sabemos que quando se fala em carreira, cada um deve cuidar e administrar a sua visando maximizar os resultados desta trajetória.

Até aí nenhum problema, certo? Mais ou menos. Acho que esta “responsabilidade” de cuidar da sua carreira sem o “apoio” de ninguém gerou tanta ansiedade em alguns profissionais que surgiu uma geração de “pula-pulas” com currículos picados e períodos médios de 1-2 anos em cada empresa. E isto também não é bom.

Então qual seria o tempo ideal para ficarmos em cada empresa?

Para mim, discutir unicamente o tempo de cada período nos empregos é tão absurdo quanto discutir se um filme é bom ou não baseado em sua duração. Quando alguém lhe indica um filme espetacular para assistir você pergunta a duração? Há ótimos filmes de mais de 4 horas e excelentes curtas de 16 minutos. O que importa de verdade? O que leva você a indicar o filme? Obviamente é o que o filme agrega, a mensagem que ele te traz e como ele impacta os espectadores que o vêem.

Com as carreiras podemos utilizar a mesma analogia. Há carreiras de 10 anos em uma mesma empresa composta de vários projetos de 1 a 2 anos muito bem conduzidos; ao mesmo tempo, existem outros profissionais que ficam 18 meses em uma empresa também obtendo muito êxito.

O importante sim é verificar se o ciclo de carreira foi fechado em cada posição ocupada. Um ciclo de carreira fechado significa colher os aprendizados completos de cada etapa. De maneira simples eu diria que um ciclo completo passa por 3 fases:

1) Sucesso inicial ou “Sorte de Principiante”;
2) Ciclo de provaçoes ou “Ciclo dos Perrengues”;
3) Comprovação do sucesso (quando você acerta o eixo das coisas e mostra do que é capaz)

Aí sim você cumpriu um ciclo completo!!

Você não precisa sair da empresa após cada ciclo completo, mas sair no meio de um ciclo não é bacana.

E como saber ao certo em qual momento do ciclo você se encontra? Não é muito fácil mesmo, mas segue uma dica: ao refletir sobre uma nova oportunidade profissional, pense no que de fato o faz  permanecer ou não em seu emprego atual.

Se for só pelas dificuldades que parecem não ter fim, lembre-se de que você pode estar passando pelo “Ciclo dos Perrengues”. Se você achar que a execução do seu plano parece impossível, você pode estar vivendo a última fase do ciclo, que é mostrar do que você é realmente capaz.

Por isso esta refexão é  válida, pois ela tira o imediatismo e a emoção dos seus fatores de decisão. Com esta reflexão você passará a conhecer seus motivadores e as “respostas”que você mesmo busca em sua carreira. E com certeza há uma posição ideal paraTODO tipo de perfil no mercado. 

O período ideal para se ficar em uma empresa é aquele no qual você terá desenvolvimento contínuo, irá alcançar seus objetivos e o mais importante será feliz no trabalho. Se isto ocorrerá em 1 ou 16 anos, isto dependerá do ciclo de carreira de cada um.
Fonte VOCÊ S/A
Postagens mais antigas Página inicial

Doações

Marcadores